Acessórios são infalíveis! Encontre a referência do seu estilo de encarar a moda com graça e sonoridade em meio a um mar de looks. Explore referências do universo masculino e feminino, do vintage ao atual, do luxo das grandes marcas ao despojamento das marcas mais populares. Em nome da simbiose e da primazia fashion, apresentamos uma linha de acessórios com sugestões e dicas espertas para o seu dia a dia.

Anigif

Anigif

Páginas

terça-feira, 25 de agosto de 2015


"I will give you a name...and I shall call you Sting."

(Bilbo Baggins)





Sting ou Ferroada, (J.R.R.Tolkien), é o nome de uma espada élfica forjada na cidade de Gondolin, na Primeira Era. Esse nome foi dado por Bilbo Bolseiro, um Hobbit, que a encontrou numa caverna de trolls junto com as espadas Glamdring e Orcrist.

Embora em mãos de Humanos e elfos fosse uma adaga, para um Hobbit equivalia a uma pequena espada. Bilbo a nomeou como “Ferroada” após usá-la para enfrentar as aranhas gigantes na Floresta das Trevas. Na presença de Orcs, a lâmina brilha com uma luz azul, e isso era uma propriedade comum das lâminas élficas da Primeira Era, especialmente as de Gondolin e Glamdring.



Bilbo presenteou Frodo com a “Ferroada” pouco antes de sua partida para a Sociedade do Anel de Valfenda. Quando Frodo foi capturado perto de Cirith Ungol, Samwise Gamgee a recuperou e devolveu-a a Frodo. Gollum tinha medo de Ferroada, pois a lâmina era Élfica, e esse medo ajudou Bilbo a confrontar a criatura sob as Montanhas Nebulosas, em “O Hobbit”, e Frodo, para amansar Gollum em O Senhor dos Anéis.


Ferroada era muito afiada. Bilbo conseguiu enterrá-la sem esforço numa viga de madeira. Frodo, por sua vez, conseguiu ferir um troll em Moria, algo que Boromir tentou sem sucesso com sua própria espada, e também cortou facilmente as teias de Laracna (Shelob), embora Samrise Gamgee achasse quase impossível fazê-lo com sua própria espada.


Disponível nos endereços:
Le Bijoux ( loja física)
www.geekmono.com.br (loja virtual)



THE LORD OF THE RINGS

STRIDER´S SWORD

 ANDÚRIL






Narsil era um símbolo da realeza de Aenor e Gondor, mas a espada foi quebrada no final da última aliança entre Elfos e Homens no final da Segunda Era. Seus fragmentos permaneceram como uma herança para os reis de Arnor, e os líderes dos Dúnedain.

Boromir, filho do Regente de Gondor, viajou até Rivendell para o Conselho de Elrond devido ao sonho profético de seu irmão Faramir. O sonho lhe dizia: “procure a espada que foi quebrada”, finalmente, após 300 anos, quando Aragorn partiu para a Guerra dos Anéis, Narsil for reforjada e Aragorn a batizou de “Andúril”.


Aragorn carrega a espada durante suas jornadas e a mesma tornou-se sua credencial como o herdeiro do trono de Gondor.





Disponível nas lojas:
Le Bijux (loja física)
www.geekmono.com.br